quarta-feira, março 06, 2013

até que a voz me doa

Estrepitoso!
Creio que tal não acontecia desde os meus 14 ou 15 anos.
Ontem passei a noite inteira ao telefone com uma amiga do coração. Atarrachada ao fio da parede, ouvi e palrei entusiasticamente durante horas e horas e horas. Sentada no chão, esticada na cama, encostada à parede, a fazer festinhas à Milú, com um quadrado de chocolate na boca, até enquanto limpava o pó a um móvel :)
E tomem por literal a referência a "horas e horas e horas". Para ser rigorosa, a conversa durou entre as 21h43m e as 02h02m. Um total exacto de 4 horas e 19 minutos...
Bom, vou ser honesta, talvez tenham sido apenas 4 horas e uns 17 minutos, dado que ambas fomos obrigadas a uma breve pausa para, hum, eeeerrr, pois... fazer xixi <:>
Enfim, uma maçada, estas condicionantes que chegam sempre em muito má altura, que fazem perder a linha do raciocínio e desperdiçar tempo precioso.
E ficou tanto por dizer. Tchhhh.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Mais recente›  ‹Mais antiga