quarta-feira, junho 28, 2006

lá vai água



Ao fim de uns meses de tréguas, parece que me declararam guerra novamente.
Suspeito que a vizinha do 2º Dto, de 82 anos, andou a navegar no blog da fada-do-lar e leu algures as queixas sobre os bombardeamentos sofridos pela varanda da minha cozinha com cenouras murchas, couves podres, papéis de rebuçados do Dr. Bayer, entre outros mimos.
Este foi o passatempo preferido da senhora durante uns tempos, logo seguido pelo desporto do lançamento de alguidares de água – certamente cheia de boa vontade para me regar as plantas sequiosas...
Hoje voltei a ouvir um SPLASH! aparatoso e lá tenho a varanda novamente inundada e os vidros a escorrer.
Porquê mãezinha? Porquê?... %-(

Etiquetas: ,

5 Comments:

Anonymous Di said...

oh não, mas essa senhora já tem idade para ter juízo!

junho 28, 2006 6:46 da tarde  
Blogger vestidosdechita said...

Sejam novos ou velhos, parece que os vizinhos por cima de nós, vivem todos na idade média!
Os meus atiram restos de coca-cola, para fazerem um bonito desenho de manchas castanhas no chão, e depois atiram a garrafa vazia.
O conselho que eu dou, para lixo mais maneirinho, tipo beatas e fósforos, é juntar tudo e enfiar na caixa do correio do vizinho. Já resultou comigo.

junho 28, 2006 7:09 da tarde  
Blogger Silvares said...

Chiça penico, fadinha, isso é de fazer cabelos brancos a uma criança de colo!
Talvez possas experimentar uma velha receita lá da minha terra: enfias-lhe uma murraça no meio da testa e pode ser que resolvas o assunto.
Mas, sendo tu uma fada, não podes agir como uma brutinha das berças da serra (temos pena) e lá terás de ser boazinha e gramar com as tolices da velha.
Ás vezes sabe bem fazer mal.

junho 28, 2006 7:42 da tarde  
Anonymous carlos said...

acho que tens razão, a sra andou a navegar no blogue, e não deve ter gostado do sapatinho abaixo, heheheh ;)
agora a sério: confronta-a!

junho 28, 2006 7:48 da tarde  
Blogger fada*do*lar said...

Quem nasce torto, tarde ou nunca se endireita... %-\
Até sou boa vizinha, tenho sempre um raminho de salsa disponível, cumprimento todos, sou quase invisível, não faço barulho fora de horas, não bato com as portas, faço festas de arromba só 1 ou 2 vezes no ano... e estou cercada por bestas!

A ideia de enfiar as cenouras na caixa do correio durante muito tempo passou-me pela cabeça. Já percebi que pode ser uma boa solução para evitar represálias mais violentas :-D
Afinal uma fadinha é sempre uma fadinha! eheheheheh

junho 29, 2006 12:03 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Mais recente›  ‹Mais antiga