sábado, março 04, 2006

flower day


Hoje é sábado e como sempre, a fada-do-lar saiu para comprar uns ramalhetes de flores para perfumar, colorir e alegrar o doce lar.
Se juntar todo o historial floreiro que já passou por esta casa, acho que podia ter acumulado uma bela conta-poupança... mas há pequenos luxos que faço questão de manter, pelo menos enquanto puder ou enquanto não viver numa vivenda com jardim (sonhar não é pecado...).
Geralmente a escolha é muito singela, entre uns malmequeres ou margaridas frisadas, umas giribérias, ou consoante a época do ano (agora, que é inverno) umas belas frésias, ou umas elegantes orquídeas.
Para tentar prolongar a frescura destas belas criaturas imobilizadas numa jarra, já foram dadas à fada pelas senhoras da vizinhança, mil e uma dicas que passo a enunciar:

Juntar à água da jarra 1 aspirina
Resultados: Não percebi se as flores melhoraram das dores de cabeça, ou não.
Conclusão: Eu não melhorei das dores de cabeça, dado ter esgotado o stock de comprimidos.

Juntar à água da jarra umas gotas de lixívia
Resultados: Não percebi se as flores ficaram mais desinfectadas e brancas, ou não.
Conclusão: Confirmo que a minha roupa ficou seguramente com manchas brancas, com os salpicos de lavar a jarra.

Juntar à água da jarra 2 colheres de açucar
Resultados: Não percebi se as flores ficaram mais doces e gordas, ou não.
Conclusão: Encontrei uma massa preta de mosquitos gulosos afogados na água.

Se souberem de outras soluções, de eficiência comprovada, por favor partilhem.
[hoje trouxe para casa um belo ramo de rainúnculos (sim... leram bem) amarelos e,... hum, um vasinho com um bolbo florido que mais parece a cabeça de um caniche, mas em lilás...]

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Mais recente›  ‹Mais antiga