quarta-feira, maio 08, 2013

ai-ai

 
Sem qualquer questão, um estado de espírito que me corre nas veias: I feel puzzled all the time.
Depois de uns quantos anos a suspirar pelo gadget da década, como já aqui foi relatado, muito recentemente fui presenteada de surpresa com o dito telemóvel.
Feliz da vida, lá me habituei a manusear o bicho e rapidamente tornou-se uma companhia indispensável e extremamente útil.
Há poucos dias, sem pré-aviso, alguém aparece à minha frente e atira-me outro exemplar para as mãos. "Toma, agora é teu."
Eeeeerrr, sim, é uma ferramenta de trabalho – não um brinquedo pessoal, mas, caramba! –, enquanto olhava para os dois iphones, um em cada mão , apenas consegui emitir um "aaaahh-hhaaan?", de irónico WTF? (what-the-fone)...
Não me estou a queixar, não, não, não! Embora actualmente ande sempre com os bolsos pesados e num ping-pong de ringtones, suponho que, enquanto tiver duas mãozinhas e dois ouvidos, cá me vá arranjando no malabarismo.
E com um quentinho nas orelhas enfabulo, se tudo aquilo pelo qual passei anos a sonhar, um dia vier a concretizar-se em dose dupla, serei uma rapariga cheia de sorte. 
Resumindo, very witty comment ouvido no momento: "Não há i-fome que não dê em fartura" :) 

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger eli said...

também tenho um e não vivo sem ele. dá imenso jeito para tudo e mais alguma coisa :)

maio 09, 2013 10:47 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Mais recente›  ‹Mais antiga