segunda-feira, janeiro 21, 2013

bem aviado

Hoje, durante o almoço, estive a debitar tristes aventuras que vivi na semana passada, com um novo trabalho e cliente. O dito, um senhor com discurso floreado cheio de poesias e salamaleques, porte majestoso, maneirismos e mordomias de cavalheiro de outros tempos, voz doce, pausada e lânguida, pode ser descrito em suma, como sendo um senhor com S grande. Em resumo também, foi o pior cliente que jamais tive em tempo algum, autista, desconfiado, desfasado de realidades básicas e demente ao ponto do desespero. O trabalho foi rápido mas perdi anos de vida. E ainda por cima já fala de projectos futuros...
Um amigo ao ouvir a estória comentou que com isto, pelo menos eu teria assunto para o blog. Nã, nã, nã, nem pensar.
Quase preferia contaminar estas paredes com estórias do pesadelo paralelo que tem sido as obras aqui do condomínio. Isso mesmo, aventuras, e acima de tudo, desventuras com a vizinhança e a hercúlea e penosa tarefa (em curso) para restaurar e pintar as fachadas do nosso Castelo. Mas afinal também não vou falar disso pois amuei ao saber da cor escolhida para as paredes. Vou ter que viver com um azul deslavado a puxar para o cueca, em detrimento do cor-de-rosa – ora bem – tão popular por estas colinas. E não faço mais comentários, que estes últimos dias não têm corrido nada bem.
No entanto tenho algo que vos quero mesmo contar. Depois de ter deixado a Milú Maria o dia todo sozinha em casa a passar fome, antes de regressar ao lar lá fui a correr comprar um pacote de ração, antes que ela se afinfasse a algum par dos meus sapatinhos. Fiz as compras numa mercearia popular no bairro chique do Chiado.
Enquanto aguardava a minha vez para pagar, oiço o senhor à minha frente (claramente cliente habitual), berrar para a dona do estabelecimento:
– Ó Dona Paula! Tem torresmos???
– Tenho sim, Sr. Eduardo!!!
– Então avie-me aí umas 200 gramas!
– É pra já!
E pronto, isto sim, é verdadeiro material no sense. Fico feliz por ter conseguido voltar a escrever algo neste blog.
Até à próxima! Será em breve, concerteza.

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Mais recente›  ‹Mais antiga