segunda-feira, setembro 17, 2012

fairy palace

Estou de regresso, após teletransporte do século XVIII em directo para o XXI. Por mim, lá teria continuado, rodeada de rócócós dourados, sedas, brocados, plumas e leques.
Foram dias trabalhosos, mas muito divertidos, sempre na companhia de queridos amigos.
Como bónus extra, tive direito a uma visita privada e personalizada a todo o Palácio Nacional de Queluz, yeah! Fiquei com os olhinhos a cintilar, em particular com os lindíssimos e majestosos lustres. Em comparação mental com o modesto exemplar que ilumina a sala cá de casa, tentei contabilizar a escala da tarefa da limpeza de milhões de pingentes (que estavam estavam imaculados), mas depressa desisti...


Para além da famosa Sala dos Espelhos, da Sala das Serenatas ou da Sala dos Embaixadores (todas dignas de grandes banquetes ou faustosos bailes de máscaras), foi um mimo ver o papel de parede às florzinhas na salle de bain (resumida a dois cadeirões com uns peniquinhos embutidos) do boudoir da Rainha.
E adorei a Sala das Merendas, de mesa posta cheia de salvas e expositores rendilhados, prontos a serem cobertos com cascatas de talhas barrocas esculpidas com natas e açúcar.
Não sei se D. Maria I (a louca) partilhava a perdição de Maria Antonieta por cream cakes, mas é impossível deixar de imaginá-los (e sonhar saboreá-los) em tão apetitoso cenário.
Gostei muito deste tour, a cenários de reis e princesas, remake da minha visita de estudo de infância. "Obrigadinha", miss M. ;)

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Mais recente›  ‹Mais antiga