quarta-feira, dezembro 06, 2006

é natal



Caros amigos,
Finalmente a fadinha conseguiu aqui regressar depois da casa mais ou menos reformulada. Ainda queria apurar alguns detalhes mas isto não é nada fácil... e se vissem a casa deste lado do monitor, ai! até fugiam! Ando com os cabelos em pé e os pés no ar, com as mega arrumações e bricolages.
De qualquer forma, o Natal começou oficialmente nestas paredes. E com grande felicidade minha, confesso sem qualquer vergonha.
Ao longo dos anos tenho notado que a maioria dos meus amigos adquiriram um forte sentimento e discurso anti-natal; pela fantochada e hipocrisia que é, pela subversão dos valores, pela atitude consumista desenfreada, pela pseudo felicidade e riqueza imposta, pelo stress obrigatório. Pois é verdade, sim senhor, mas por vezes sinto que o discurso já não passa de um manifesto, algo automático, martelado e repetitivo.
Mas, apesar das verdades cruas, existem outras que podem ser genuínas e eu não abdico delas. Neste caso, mais do que uma questão de gosto, é para mim uma questão de grande prazer. Tal qual uma criança, ainda me deslumbro com as decorações brilhantes, com as luzes cintilantes, com as musiquinhas lamechas, com o cheiro do açúcar e canela na cozinha e a magia geral que paira pela casa. E se me provocarem muito, consigo afirmar que ainda acredito no Pai Natal ;-)
Alimento o Natal o melhor que posso com prendinhas, mimos, festas e jantares. Os amigos renitentes ainda me vão dando o benefício da dúvida e o desconto para me fazerem feliz e alinharem nas minhas tradições e manias. E acho que no fim, afinal também eles não se queixam...

Etiquetas: ,

18 Comments:

Anonymous mouse said...

Apanhei um susto quando vi a mancha vermelha mas rapidamente percebi do que se tratava. Está bonito sim senhora!

xxx mouse

dezembro 06, 2006 10:22 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Hohohoho.....
Está muito bonito e mesmo ao teu estilo pessoal. Adorei!
A partir do 8 de Dezembro, quando fazemos a árvore de natal lá em casa dos meus pais, adoro fazer algo igual todos os anos.
Quando estou só em casa, ou à noite depois de todos se deitarem, apago as luzes e fico em silêncio a olhar para a árvore de natal com as luzinhas a piscar iluminando todas as decorações.
Sinto-me feliz, criança, bondosa e alegre...Gosto mesmo muito dessa minha rotina! Adoro o Natal também...posso me juntar ao clube?
Beijos!!

dezembro 06, 2006 10:39 da manhã  
Blogger pinup.badgets said...

é tão bom saber que aínda há pessoas como eu, que n falam do natal de uma forma fria e distante. Pois eu TAMBÉM ADORO O NATAL...as luzes, as músicas, as prendas, os bolos a árvore...tudo. Mas o que se passa com esta gente, agora deu em moda ser contra tudo o que a mairia das pessoas gostam, como se de algo "foleiro" se tratasse...bolas, é o NATAL...será que já não se lembram dele?

Adoro este blog

dezembro 06, 2006 11:33 da manhã  
Anonymous Mrs Pickles said...

Também acredito no Pai Natal!!!...
... ou melhor, já voltei a acreditar no Pai Natal ;)

Tenho saudades tuas Fadinha!!!

Muitos beijinhos da Mrs Pickles ;)

dezembro 06, 2006 11:45 da manhã  
Blogger apipocamaisdoce said...

Muito lindo! ;)

dezembro 06, 2006 12:07 da tarde  
Anonymous a. said...

hmmm.... mulheres e bricolage....
meeeedo!

dezembro 06, 2006 1:48 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

eu também gosto muito do natal e a tua decoração está espectacular!

dezembro 06, 2006 3:03 da tarde  
Anonymous rafgouv said...

Querida fada, não posso deixar também de subescrever esta linda petição pró-Natal. É com grande alegria que constato que afinal somos muitos (enfim, alguns, pela amostra dos comentários que aqui vejo) a resistir ao conformismo disfarçado de subversão de todos os que criticam este momento. E como demonstra a bela decoração escolhida não são precisos grandes devaneios orçamentais para alcançarmos o espírito natalíceo.
Beijinhos e boas festas!!

PS: daqui a pouco também vou proceder à instalação da minha árvore de plástico mas com coração.

dezembro 06, 2006 3:50 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

E mai nada! E mai nada! :) O teu lar, querida fada, está deslumbrante. :) Gosto mesmo muito do vermelho e branco natalícios e só posso imaginar o trabalho que este template te deu. ;) Mas foi por uma MUITO boa causa: para nos pores de sorriso de orelha a orelha. Que é como eu estou, ou não fosse outra grande adepta do Natal. :)

dezembro 06, 2006 5:41 da tarde  
Blogger Carpinteiro said...

Uau! Isto foi uma extreme makeover!! Todos os detalhes nesta casa estão muito natalícios e fadalícios ao mesmo tempo, os meus parabéns!

Eu gosto de algumas coisa no natal, entre elas as decorações - numa versão minimalista admito. E hoje é dia de fazer a àrvore! Ou melhor é dia de montar a minha àrvore de cartão clean-cut espalmável - a minha fiel companheira há cerca de cinco natais! :D Ho ho ho!

Bjnhs

dezembro 06, 2006 6:52 da tarde  
Blogger Moskki said...

Saravá....Um grupo de pessoas que assumem...."Eu Sumo!!"...O carinho, o amor pelo Natal...A vida já é tão seca....Sim...Acredito no Natal....Acredito no Pai Natal....Acredito nas prendas...nas decorações....nos filmes...nas músicas....Só tenho é um contra....Os Pais Natal que aí andam de botas à árabe...Por favor....O Santa Claus...não habita em nenhum pagode....

Adorei a decoração....Beijo natalicío em especial para a Fada do Lar....

Beijos

dezembro 06, 2006 8:56 da tarde  
Blogger KoisasKomuns said...

Olá Fadinha!!!!
Estou viva e voltei o meu pedido de desculpas por não lhe ter dito nada entretanto .Gosto muito da cor do seu papel de parede.Suponho que já "ultrapassou a sua fase rosa"....LOL
Beijinho gd
Helen

dezembro 06, 2006 9:27 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Que lindooooooooooo.. :))) É assim mesmo! O Natal é o que cada um quiser que ele seja! E se decidirmos que é uma época cintilante e recheada de coisas boas e maravilhosas que nos põem os olhos a brilhar e o coração aos pulos, então o Natal é lindo!! E quem não gostar, que se cale! :P
Adorei :)

dezembro 07, 2006 12:21 da manhã  
Anonymous Carecone said...

Natal para mim é celebração... mas não deixo de trocar presentes. =)

dezembro 07, 2006 3:09 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

oh fadinha, como eu te compreendo... atenção que eu deixei de fazer árvore cá em casa, mas nao deixei de adorar o natal, nem de o celebrar, e muito menos de me perder em compras desvairadas para aqueles de quem gosto... simplesmente agora delicio-me com todas essas coisas de que falas, em casa dos meus pais, que dá muito menos trabalho, e muito mais gozo... ;)

dezembro 07, 2006 3:57 da tarde  
Blogger fada*do*lar said...

Primeiro de tudo quero dar as boas-vindas de REGRESSO de alguns dos nossos amiguinhos há muito desaparecidos da casinha da fada!
Um grande OLÁ para o Raf, a Helen e Mr.Carecone!
Já estava com saudades vossas :-)

As boas-vindas também a Miss Pinup badgets!

E a todas outras vizinhas só posso dizer que fiquei comovida com as palavras de apoio ao espírito natalício :-D
É mesmo isso, quem não gosta, que espere pela Páscoa... eheheheheh.

And now some private messages:
Mrs.Pickles!
Nem sei o que te diga, com a minha alma coberta de vergonha...
Mil saudades... e o desafio para um Xmas shopping spreed???
Re-edição do ano passado? ;-)
De qualquer forma, vai pensando e costurando 2 barretitos de duende... ou outra versão para a winterwonderland 2006 :-D

********************
Mr.A,
Também fiquei super feliz com o teu regresso!
Reabre esses olhos! ;-)
Quanto à essência do teu comentário, a resposta terá a devida dimensão... em breve!

dezembro 07, 2006 5:15 da tarde  
Anonymous Mrs Pickles said...

Querida Fada,

Claro que quero repetir o nosso "shopping spree"!!!
Em releção aos barretinhos, ficam guardados como "recuerdos" do maravilhoso winterwonderand 2005 e vou já já começar a magicar outras versões para o winterwonderland 2007 ;)

Muitos muitos beijinhos da Mrs Pickles (o Mr Pickles também manda ;))

dezembro 11, 2006 12:41 da tarde  
Anonymous Mrs Pickles said...

P.S. ooOOOps!
Winterwonderland 2006 quis eu dizer :-S

dezembro 11, 2006 12:43 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Mais recente›  ‹Mais antiga