segunda-feira, julho 24, 2006

canónigos



finalmente o desejo completo, concedido ao
Professor Abílio das Hortas, esverdeado batráquico Jr.,
da excelsa linhagem dos duques de Batraquiolândia

O Charlie teve direito a dose tripla nas prendas do génio. Finalmente um verdadeiro bolo sapóide (com mosquinhas na língua e tudo!), oferecido por Mr.P que se tem mostrado incansável. Os nossos agradecimentos!
Entretanto e muito a propósito, tendo a fada*do*lar acabado de chegar do supermercado, encontrou este alerta do DJ Azul de Fresco mais Fresco não há!!!
Já fui a correr inspeccionar a saladas no frigorífico e à primeira vista não encontrei sinais de vida. Verdade seja dita, que também não comprei nenhum pacote de... de... de canónigos.... eer...


Etiquetas: ,

6 Comments:

Anonymous rafgouv said...

Querida Fada,

Muito obrigado por esta excelente sugestão de brinde (estou certo que basta um beijinho para que o batráquio se transforme). O marketing é realmente um domínio apaixonante.

julho 25, 2006 11:12 da manhã  
Anonymous charlie said...

bom dia!
Realmente maravilhosos todos estes brindes, mais uma vez um obrigado sem fim. MUUUAACCC!! hehehe. Adiante.
Hoje pela manhã, estando à conversa com uma amiga que habita logo ali na cidade mais (quase) tudo da Europa (barcelona para os mais distraídos), descrevia-me ela entusiasmadissima, o concerto que ontem tinha ido ver, que ela e sua irmãzita tinham comentado imenso que aqui o charlie também devia lá estar , e assim, e blá blá...E do que é que se tratava? Da NINA HAGEN! Nem mais! A fada do punk! mas desta vez a esta "menina" juntaram-se uns rapazes virtuosos, e parece que muitos irreverentes, os "The Capital Dance Orchestra" lançando em conjunto um album absolutamente imperdível!! imagine-se... a NiNA agora é diva da rádio! anos 30!! e deleita-nos com versões que sonham com rendas a beijar os olhos, veludos escarlates, o fumo lãnguido nos lábios em carne viva...
ora oiçam
http://artists.universal-music.de/nina_hagen/microsite/index.htmm:
é encomendar sem falta!

xuac

julho 25, 2006 2:35 da tarde  
Anonymous charlie said...

ah! sobre os canónigos:
estas ervinhas, muito deliciosas, são originárias da Sicilia, mas crescem espontaneamente por toda a Europa. o seu sabor é uma agradável mistura de doce e amargo, contém vitaminas em doses cavalares, pricipalmente A e C (150gr. cobrem as necessidade diárias das mesmas) muito ferro e iodo, e... para quem se perde em contas com os quilitos, saiba-se que este nobre exemplar da cor verde, contém uma quantidade minima de calorias! (apenas 21cal. por 100gr). É de consumir fresco e crú, e atenção! é erva delicada esta. Pelo que até companheiros como o vinagre ou o azeite são a considerar, ou de uso muito parcimónio. É que o rapaz escurece e deteriora-se muito fácilmente. Dito isto, espero que o consumo de canónigos aumente, mas sem malta dos tanques em viagem sorrateira pelos sacos deste país.
hehehehe.
xmac

julho 25, 2006 3:18 da tarde  
Blogger fada*do*lar said...

Eheheheheh!
Raf, essa ideia de irmos ao supermercado comprar um pacote de salada e trazermos um potencial príncipe directamente "para o prato", é simplesmente genial!!!! :-D
Eu não me importo nada de beijocar estas criaturinhas verdes para ver o que a sorte me reserva... embora engolindo alguma repulsa à viscosidade... ihihihihi

_____________________

Charlie, estás um verdadeiro hortelão!
Acredito em todas as tuas úteis informações, se bem que estes canónigos continuem a parecer-me agriões... mas ok...

julho 25, 2006 10:14 da tarde  
Anonymous p said...

Em Portugal chamamos-lhe alface-de-cordeiro ou valerianela (embora alface-de-sapo me pareça mais adequado no presente caso).

Coitada da plantinha sofre da triste sina de não ter um nome simples como alface, agrião ou mariazinha, tendo de recorrer a estes truques de marketing para conseguir dar nas vistas...

julho 26, 2006 1:33 da tarde  
Blogger fada*do*lar said...

Bolas que os meninos são mesmo uns peritos em matéria alfacóide!
Tirando o facto de ter a certeza de que a fadinha é uma "alfacinha" de gema, no que diz respeito à salada confesso que fico sempre baralhada quando me deparo com tamanha oferta.
Alface portuguesa, francesa, italiana, romana, chinesa, frisada, roxa (quiçá cor-de-rosa...).
Na hora da escolha pego na mais repolhuda e fresca e já tá!

E continuo céptica... estes canónigos cá para mim... entre agriões e beldroegas...

julho 27, 2006 6:56 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Mais recente›  ‹Mais antiga